Pensando em não tirar férias? Não faça isso!

Muitos de nós tivemos nossos planos de férias cancelados devido à pandemia.

Por: Harvard Business Review 

Muitos de nós tivemos nossos planos de férias cancelados devido à pandemia. Talvez você tenha planejado visitar sua família ou tirar suas férias anuais para ir à praia; ou talvez, você tenha reservado aquela grande viagem – um tour gastronômico pelas vinícolas na França ou um safári na África. Sejam quais forem seus planos frustrados, você deve estar pensando em desistir das férias. E já que nossa produtividade foi afetada nos últimos meses, é fácil pensar, “tenho de continuar trabalhando, para ser mais produtivo”, ou “por que tirar férias? Não posso ir a lugar nenhum”.

Não se renda a esse tipo de pensamento. Muitos estudos indicam que o desempenho despenca quando trabalhamos por períodos longos sem parar para descansar. Além disso, os benefícios que você obtém quando tira férias são claros: a produtividade melhora, o estresse diminui e a saúde mental, em geral, melhora. E também estimula a criatividade — por exemplo, Lin-Manuel Miranda criou Hamilton durante as férias.

Uma pesquisa realizada com atletas de elite demonstrou que é o descanso que proporciona bons níveis de desempenho; a mesma coisa se aplica a nós. Quando saímos de férias, voltamos com mais energia e com maior concentração. Algumas empresas estão agora exigindo que os funcionários tirem uns dias de descanso. As férias podem até mesmo ajudar nos seus próprios resultados finais: pesquisas demonstram que aqueles que tiram mais de dez dias de férias estão 30% mais propensos a ter aumento de salário, e aqueles que tiram férias regularmente têm maior satisfação no trabalho.

Embora seus planos possam parecer diferentes do que eram antes, abaixo estão algumas diretrizes pra ajudá-lo a colher os benefícios das férias, aonde quer que você vá.

Mude de ares. As férias não precisam envolver viagens longas. O bom é ir a algum lugar que seja diferente da rotina diária. Por exemplo, uma pequena volta de carro, um passeio mais longo na estrada ou uma excursão até o outro lado da cidade. Uma amiga alugou uma casa de praia para sua família a 16 km de sua casa. Um membro da equipe alugou uma motorhome para sua família e viajaram para as montanhas na companhia de outra família. (Cada uma das famílias tinha sua motorhome e todos fizeram os testes de Covid-19 antes de viajarem). Outro colega passou um fim de semana em um local que ficava a algumas horas de sua cidade num Airbnb e aproveitou para ler e refletir. Outro membro da equipe planejou excursões gastronômicas em sua própria cidade, buscando as melhores versões de suas comidas favoritas em diferentes bairros da cidade. 

Planeje com antecedência. Embora uma escapada espontânea possa ser empolgante, as pesquisas nos mostram que o estresse de férias mal planejadas pode pôr fim aos seus benefícios positivos. Quando você planeja as férias com um mês de antecedência concentrando-se nos detalhes da viagem, em vez de decidir o que fazer quando já está em férias, os resultados mostram uma melhor e mais positiva experiência. Planejar com antecedência também nos faz ter algo em que pensar e desejar – algo que Gretchen Rubin, autora do livro “The happiness project” , diz que não só nos faz sentir bem, mas também acrescenta um “clima de evolução” em nossa vida e nos faz otimistas. Mesmo que você saia só para dar uma volta na cidade, poderá decidir que dias quer tirar de férias e planejar o que fazer com antecedência. 

Identifique o tipo de experiência que você quer ter. As férias ideais variam de pessoa para pessoa. Qual é a sua ideia de diversão? O que o faz recarregar as baterias? O que o deixa mais fortalecido? Para alguns, é tomar sol à beira da piscina, ou na praia. Para outros, trata-se de uma busca criativa explorando um lugar novo, experimentar uma nova culinária ou se envolver em esporte de aventura. Saber isso ajudará a ter informações sobre possíveis destinos e atividades. Talvez você não consiga fazer aquela aula de culinária na Provença, mas ainda pode ir para o campo, ter uma experiência gourmet e preparar comida provençal. 

Passe um tempo ao ar livre. As pesquisas mostram que o tempo que passamos junto à natureza beneficia a saúde mental e física. Além disso, você pode se beneficiar igualmente passando apenas duas horas por semana junto à natureza, em um parque nacional ou urbano. Se você for viajar ou ficar em casa, separe um tempo para passear ao ar livre como parte de suas férias, seja fazendo uma caminhada pela manhã, pulando pedras numa lagoa, observando as ondas quebrando na praia ou fazendo um piquenique em um pequeno parque. Ficar ao ar livre é estar em espaço aberto com mais distanciamento social (com exceção de algum monumento ou centro de visitas com mais aglomeração de pessoas).

Desconecte-se. Um estudo realizado em 2017 pela Glassdoor mostrou que dois terços dos americanos trabalham nas férias. Isso afeta de maneira negativa a motivação intrínseca e faz com que gostemos menos do nosso trabalho. Desconectar-se do trabalho é grande parte do que faz as férias serem férias. É o tempo que o nosso cérebro usa para se desligar da avalanche de demandas cognitivas que vêm com o trabalho. Ele cria espaço para o despertar da criatividade e nos permite estar com nossas famílias ou parceiros de viagens. Minha colega que viajou de motorhome e que não tinha conexão para usar o laptop e o celular se sentiu liberada e como se pudesse, de fato, diminuir o ritmo e recomeçar. Ela informou os clientes com antecedência que não estaria disponível durante esse período. Minha amiga que alugou a casa na praia levou jogos, quebra-cabeças, um bom livro, vinho e gostou de poder se desconectar do trabalho. Na verdade, desconectar-se pode ser difícil – muitas pessoas temem perder oportunidades ou a longa lista de e-mails que o espera em seu retorno. Localize um colega que possa responder as perguntas que surgirem enquanto você estiver fora; no e-mail que avisará sobre sua ausência do escritório , inclua essa informação e também confirme que você resolverá o que for necessário ( se for o caso ) quando voltar.

Crie lembranças. As férias são também uma ótima oportunidade para se criar lembranças duradouras e positivas. Vários estudos mostram que as boas recordações podem diminuir o estresse, a ansiedade e a depressão – algo que é muito necessário na nossa vida corrida e ainda mais nesses tempos atuais. Já que é fácil captar os momentos mais felizes de nossas férias com um celular, vá em frente e grave as canções ao redor da fogueira enquanto repetem os petiscos. Tire fotos das bonitas paisagens, da área do piquenique, do peixe que seu filho adolescente pescou, ou do quebra-cabeças de mil peças que a família montou junto. Você vai se divertir ao reviver essas lembranças nos meses e anos futuros. 

Apesar de ser fácil continuar trabalhando e deixar de tirar férias, não faça isso. Ao seguir as sugestões acima, você poderá ter uma experiência que o deixará renovado e revigorado, e não é preciso ir muito longe para fazer isso. Então, faça as malas e vá. Você ficará feliz de ter ido.

 

Disponível em:  https://hbrbr.com.br/pensando-em-nao-tirar-ferias-nao-faca-isso/ Acesso em: 23 Dez 2020 

Veja Também

Qual é o desafio dos novos líderes?

Administrar melhor o tempo é um tema crucial para os novos líderes

Liderar com empatia é elemento central para a prevenção do burnout

Quantos de nós vivemos atualmente sem margens – o espaço para lidar com as tensões mais comuns da vida...

O que é Clubhouse? Conheça a rede social mais cobiçada do momento

Plataforma lançada há menos de um ano já atrai gente como Elon Musk e Oprah Winfrey

Peça o seu Orçamento

Nossa equipe está esperando pelo seu contato......

Clique Aqui