54% dos brasileiros realizarão mais compras online após o isolamento

Brasileiros afirmam ter feito mais compras via internet durante o período de distanciamento social, consolidando o ‘boom’ do e-commerce

Por: Administradores.com

O crescimento vertiginoso do e-commerce chegou para ficar após o isolamento. É o que indica o Estudo Marco de Hábitos de Consumo Pós-Covid-19, da agência de comunicação Marco, uma sondagem internacional realizada entre mais de 4.500 pessoas no Brasil, Espanha, Itália, Portugal, México e Colômbia. Uma de suas principais conclusões aponta que 76% dos cidadãos que vivem nos países pesquisados mudaram definitivamente seus hábitos de consumo.
 

O Brasil se destaca como um dos mercados com maior número de consumidores (65%) que afirmam ter feito mais compras online durante esse período. Essa tendência se repete na Espanha (60%) e nos outros países da América Latina (ao menos 65%), ficando abaixo da Itália (81%).

Do mesmo modo, depois do distanciamento social, 54% dos brasileiros farão mais compras online do que antes. Essa tendência de alta também é perceptível no mercado latino (ao menos 51%), mas novamente tem destaque na Itália (82%). Consequentemente, esse crescimento tem impacto no setor de varejo, resultando na aposta obrigatória em canais online de vendas e marketing. Isso também gera consequências para a adaptação dos varejistas a um novo modelo de logística.

Canais de informação

No período de isolamento, 75% dos brasileiros escolheram a televisão como o principal meio para se manterem informados. Em seguida está a imprensa online, com 58%. Tanto a TV quanto os portais de notícias ocupam as duas primeiras posições em todos os países pesquisados. No Brasil completam o ranking Facebook (38%), WhatsApp (34%), rádio (17%), LinkedIn (5%) e jornais impressos (4%).
 

Em paralelo, também houve um grande crescimento em várias plataformas de streaming. As que tiveram maior aumento na utilização pelos brasileiros foram Netflix (73%), Amazon Prime (32%) e Globoplay (26%). Os consumidores também optaram pelos videogames (50% entre os homens e 37% entre as mulheres) como uma das principais opções de lazer durante o isolamento.

 

Disponível em: https://administradores.com.br/noticias/54-dos-brasileiros-realizarão-mais-compras-online-após-o-isolamento Acesso em: 10 Jun 2020 
 



 

Veja Também

Por que a experiência do cliente deve ser o foco do seu negócio?

O processo de transformação digital nas empresas foi acelerado pela pandemia e a IBM Brasil e o MIT Sl...

O lado bom do perfeccionismo? Criatividade.

O perfeccionismo é um senhorio sofrível, mas um excelente escravo. Há desvantagens em deixá-lo assumir...

Como encontrar e exercitar a coragem

Um de meus ex-alunos, CEO de uma grande e diversificada empresa do setor industrial, enviou-me um e-ma...

Peça o seu Orçamento

Nossa equipe está esperando pelo seu contato......

Clique Aqui